• Nosso Problema Com Cascudo

    A ideia de derrubar estátuas parece que chegou a Natal e a imagem de Cascudo no memorial que leva seu nome, na Cidade Alta, apareceu como candidata a degola. Mas […]

    Leia mais
  • Zeitgeist

      Sento em um presente que não me atravessa   desse silêncio que me sopra às costas escuto os cemitérios do futuro   depois de toda essa jornada, barqueiro, chegar […]

    Leia mais
  • deus palhaço

    deus é artesão trabalha com barro   sim eu sei ele morreu nós o matamos   mas sua sombra coloniza qualquer mundo que a gente tente construir   deus é […]

    Leia mais
  • As hienas de Seu Jair (papo de quinta)

    Existem duas hipóteses, que não são excludentes, para explicar o caos permanente em que o presidente  brasileiro e sua família mantém o governo e o país.     Depois de postar […]

    Leia mais
  • De Novo: O Chile (Papo de Domingo)

    Quando a barra pesou mesmo aqui pelo Brasil, depois do AI-5, era o Chile que parecia trazer esperança de que o cerco de chumbo na América Latina poderia ser enfrentado. […]

    Leia mais
  • Pablo Capistrano
  • 11 de agosto de 2013, as 4h04

 

Foto: eu e meu pai em 1974

Neste dia dos pais, publico aqui três poemas inéditos do meu pai (Franklin Capistrano)

ele me passou por mensagem pelo celular, depois disse: “meu filho, toma meus poemas, é tua parte na minha herança”.

Quer coisa melhor?

 

I

 

BORBOLETA DESENHA NO HORIZONTE
OS RAIOS DO SOL A SOL

 

II

 

UMA SÓ PALAVRA

PALAVRAÇÃO

 

III

 

UMA SÓ FÉ

UMA AVE

DEPOIS DO VÔO

AVE

 

 


Um Comentário para “3 Poemas do meu pai”


  1. ola Pablo, amei a foto, os poemas de alta classe.conheço sei Pai, um grande homem.prbns.

Deixe seu comentário

2007 ® Pablo Capistrano

dz3