• 12 Diários de Quarentena 03/04/20

      Consegui um tempo para traduzir um poema de Bertold Brecht. Chama “Os amantes” (Die Liebenden) OS AMANTES Vê, aquelas aves negras voando em grandes arcos! As núvens com as […]

    Leia mais
  • 11 Diários da Quarentena 02/03/20

      Terminei o dia animado e com muita esperança apesar de todas as notícias. Duas delas me encheram de fé – a notícia que circulou em alguns sites de comentários […]

    Leia mais
  • 10 Dários da quarentena 01/03/20

    Hoje, o grupo Carmin de teatro (do qual sou dramaturgo) teve sua reunião de ensaio da peça nova por uma plataforma digital de reinuões. Fizemos uma leitura do texto novo […]

    Leia mais
  • 9 Diários da quarentena 31/03/20

    Hoje, caminhei um pouco pela rua em frente aqui de casa.   A grande conjunção Jupiter, Saturno, Marte (Plutão está na jogada mas não dá pra ver) estará visível hoje […]

    Leia mais
  • 8 Diários de Quarentena 30 03 2020

    Hoje, conversei longamente pelo watsapp com meu amigo de mais de 30 anos que mora em Zurich, Alberto Cabral. Ele viajou pra lá no final dos anos 90.   Também […]

    Leia mais
  • Pablo Capistrano
  • 26 de março de 2020, as 9h09

Hoje foi um dia particularmente difícil, muita ansiedade e angústia.

Tenho um defeito terrível de aquariano, sou muito ansioso.

O ansioso é aquele sujeito que é preso no futuro, que imagina o futuro chegando e se impacienta com isso. Aliás. essa quarentena está me fazendo revisitar algumas coisas como meus velhos livros de astrologia. Coisa curiosa é que a doença eclodiu entre Dezembro e Janeiro, quando tivemos uma conjunção tripla envolvendo Jupiter-Saturno-Plutão e de quebra um eclipse lunar. Tem gente já identificando essa conjunção com o mesmo aspecto Jupiter-saturno que teria ocorrido no inicio da peste negra na Europa no século XIV.

 

O curioso é que a peste negra começou na China, mas foi espalhada para a Europa a partir da Itália, pela chamada “Rota da Seda”.

 

Agora, ao se confirmar que a epidemia tenha se originado na China e migrado pra Itália e de lá se espalhado pelo mundo, é de espantar a coincidência. Ainda mais no período em que a China anuncia sua nova “rota da seda”

 

O fato é que, se esse aspecto for mesmo correlato ao do século XIV, que acompanhou a eclosão da peste, então podemos já concluir que Olavo de Carnvalho não é charlatão só na Filosofia, mas também na astrologia, o que já seria bem razoável pensar tendo em vista ele ter defendido a pouco a “não existência” de nenhuma morte confirmada por “corona vírus”.

 

Minha aposta é que ele é, como falso messias que chegou a presidência do Brasil e agora ameaça o mundo, um puro e simples sociopata, que de dentro de sua casa na Virgínia  procura tocar o caos no Brasil e jogar os brasileiros na escuridão mais profunda.

 

O que a gente sabe é que a peste no Século XIV destruiu o que ainda sobrava da idade média e abriu caminho para a construção da moderna sociedade de mercado liberal capitalista que essa peste de 2020 ameaça destruir.

 

Vou me aprofundar mais nesse assunto para entender melhor.

Pensar nessas coisa me faz aliviar a tensão.

Coisas de aquariano.


Deixe seu comentário

2007 ® Pablo Capistrano

dz3