• deus palhaço

    deus é artesão trabalha com barro   sim eu sei ele morreu nós o matamos   mas sua sombra coloniza qualquer mundo que a gente tente construir   deus é […]

    Leia mais
  • As hienas de Seu Jair (papo de quinta)

    Existem duas hipóteses, que não são excludentes, para explicar o caos permanente em que o presidente  brasileiro e sua família mantém o governo e o país.     Depois de postar […]

    Leia mais
  • De Novo: O Chile (Papo de Domingo)

    Quando a barra pesou mesmo aqui pelo Brasil, depois do AI-5, era o Chile que parecia trazer esperança de que o cerco de chumbo na América Latina poderia ser enfrentado. […]

    Leia mais
  • O Novo Normal (Papo de quarta)

    No tempo em que eu era aluno da UFRN, o meu orientador, o professor Glenn Walter Erickson, vez ou outra dizia nos nossos encontros sobre filosofia política: “Pablo, todo marxista […]

    Leia mais
  • Resistência discursiva em tempos monstruosos

    Uma das coisas positivas que a gente pode extrair dessa última semana de setembro de 2019, é que parece que há sinais de uma reação contra as monstruosidades que nos […]

    Leia mais

Poesia e Pensamento

  • Pablo Capistrano
  • 11 de março de 2015, as 11h11

  Não vou pra passeata dia 13/03 nem dia 15/03 Meu manifesto vai pra rua dia 14 de Março. Publico abaixo alguns poemas, dois meus, publicados em 1999 no livro […]

  • Pablo Capistrano
  • 08 de abril de 2014, as 7h07

Escrevi esse texto em 08 de Abril de 1994, depois de assistir a reportagem no telejornal sobre a morte de Kurt Cobain, vocalista do NIRVANA. O texto foi publicado em […]

  • Pablo Capistrano
  • 23 de janeiro de 2014, as 6h06

      quantas Anas quantas Cristinas se perdem nessas ruas?   cidade intensidade descortina na névoa ondulada do mar veio basáltico que a rocha escura contamina   meu coração […]

  • Pablo Capistrano
  • 11 de agosto de 2013, as 4h04

  Foto: eu e meu pai em 1974 Neste dia dos pais, publico aqui três poemas inéditos do meu pai (Franklin Capistrano) ele me passou por mensagem pelo celular, depois […]

  • Pablo Capistrano
  • 31 de dezembro de 2012, as 6h06

  Todas as festas que virão     E que roupa usará a pobre moça Em todas as festas que virão? Um vestido em farrapos de não se sabe onde […]

2007 ® Pablo Capistrano

dz3