• deus palhaço

    deus é artesão trabalha com barro   sim eu sei ele morreu nós o matamos   mas sua sombra coloniza qualquer mundo que a gente tente construir   deus é […]

    Leia mais
  • As hienas de Seu Jair (papo de quinta)

    Existem duas hipóteses, que não são excludentes, para explicar o caos permanente em que o presidente  brasileiro e sua família mantém o governo e o país.     Depois de postar […]

    Leia mais
  • De Novo: O Chile (Papo de Domingo)

    Quando a barra pesou mesmo aqui pelo Brasil, depois do AI-5, era o Chile que parecia trazer esperança de que o cerco de chumbo na América Latina poderia ser enfrentado. […]

    Leia mais
  • O Novo Normal (Papo de quarta)

    No tempo em que eu era aluno da UFRN, o meu orientador, o professor Glenn Walter Erickson, vez ou outra dizia nos nossos encontros sobre filosofia política: “Pablo, todo marxista […]

    Leia mais
  • Resistência discursiva em tempos monstruosos

    Uma das coisas positivas que a gente pode extrair dessa última semana de setembro de 2019, é que parece que há sinais de uma reação contra as monstruosidades que nos […]

    Leia mais

Pablo Capistrano é professor de Filosofia e Direito no IFRN

Mestre em metafísica e Doutor em Literatura pela UFRN

Participou nos anos 90 do grupo de ação cultural Sótão 277

publicou diversos livros:

Domingos do Mundo (poesia) pela BOÁGUA (1999)

Descoordenadas Cartesianas em três ensaios de quase filosofia (Ensaios) pelo SEBO VERMELHO EDIÇÔES  (2001)

Pequenas Catástrofes (Romance) em 2002 primeira edição pela AS EDITORES (na coleção Letras Potiguares) e em 2005 em uma segunda edição pela ROCCO (no selo safra XXI)

Simples Filosofia (Crônicas) em 2009 pela ROCCO

É Preciso Ter sorte quando se está em guerra (Contos) em 2011 pela editora JOVENS ESCRIBAS

Filosofia do Direito (Notas de Aula) em 2011 pela editora MÉTODO

Colaborou com diversos jornais como Jornal de Hoje (Natal), A Tarde (Salvador), O Mossoroense (Mossró), Tribuna do Norte (Natal), Diário de Natal e O Poty (Natal), O Metropolitano (Parnamirim).

 

Casado, pai de três filhos, vive em Natal desde que nasceu

ps.: se quiser saber algo da vida acadêmica de Pablo Capistrano siga o link:

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.jsp?id=K4766895U9

2007 ® Pablo Capistrano

dz3